Como Acontece a Impotência Sexual

A impotência sexual é um problema sério e que afeta uma grande quantidade de homens no mundo inteiro. Acontece que, embora seja um problema físico, ela pode trazer uma série de consequências para a saúde emocional do indivíduo.

Isso porque a impotência é vista por muitos como um sinal de fraqueza e de perda da virilidade. Embora isso não seja verdade, afinal, é um problema que pode acontecer com qualquer pessoa, a verdade é que pode gerar até mesmo quadros de depressão.

Portanto, vamos entender a seguir como a impotência sexual acontece para compreender de que forma ela deve ser tratada.

E então, por que esse problema ocorre?

Dentre as principais causas desse problema, temos os danos arteriais.

Isso porque para que seja possível conseguir uma ereção, o pênis precisa ter seus canais preenchidos por sangue, requerendo um aumento do fluxo sanguíneo na área pélvica.

Quando a circulação sanguínea é comprometida, pode ocorrer um quadro de impotência sexual.

No entanto, para que seja possível entender esse problema à fundo, é necessário considerar todos os sistemas envolvidos em uma ereção, que são muitos.

Além do sistema circulatório, o sistema nervoso também está envolvido nesse processo. O pênis também é formado por dois diferentes grupos de fibras nervosas.

Um desses grupos é atribuído á recepção de sinais inibitórios e o outro é o responsável pela recepção de sinais excitatórios. Então, ao passo que um grupo age contra a ereção, o outro grupo age a favor.

Isso porque, para que uma ereção aconteça, o cérebro precisa receber mensagens e sinais que serão transmitidos ao corpo por meio dos neurônio, chegando até essas fibras nervosas.

Dessa forma, todo o corpo trabalha para que haja uma ereção, redirecionando o fluxo de sangue para a região através dos sinais recebidos nesses grupo de fibras.

Então, quando há algum dano em qualquer sistema envolvido nesse processo, a ereção pode não acontecer.

Para que seja possível conseguir um diagnóstico adequado de impotência sexual, é preciso procurar um médico e fazer uma correta avaliação do caso, avaliar o histórico familiar de doenças e até mesmo descartar a possibilidade de patologias mais sérias que possam afetar os sistemas envolvidos.

Vale lembrar ainda que a impotência sexual não é apenas quando não se pode ter uma ereção, pois ela pode ter diferentes níveis. Dessa forma, uma ereção flácida, ejaculação precoce, demora para chegar à ereção e até mesmo a perda da libido podem ser considerados sinais desse problema.

Leia também: Alternativa naturale al viagra